TURISMO ARQUITETÔNICO:


Caracteriza-se pela motivação de conhecer, pesquisar e analisar os dados relacionados às técnicas da arquitetura moderna e do desenvolvimento humano.


ROTAS

A cidade inteira é uma obra de arte, tudo nela tem uma razão de ser, a história da cidade mescla-se com a história de vida dos pioneiros, que a qualquer momento podem ser abordados e se põem a contar a história de cada pedacinho da cidade.


Niemeyer, Juscelino, Lúcio Costa, Darcy Ribeiro, Joaquim Cardoso, Lelé, Milton Ramos, Athos Bulcão, Burle Marx, Ceschiatti, Di Cavalcanti, Vinicius de Moraes, Tom Jobim e tantos outros brasileiros ilustres deixaram sua contribuição para enriquecimento artístico da cidade.
Por isso, Brasília acolhe seu visitante com encantamento e graça, é generosa como destino de pesquisa, trabalho, estudo, passeios, atividades culturais , congressos, manifestações, ou simplesmente uma caminhada serena pelas quadras, apreciando o pensamento cristalizado de Lucio Costa.

Especialmente para o arquiteto e o estudante de arquitetura cuja visita significa:


“viver Brasília, sentir sua arquitetura”.


As visitas são acompanhadas por Guias treinados e especializados Visitas técnicas devem ser agendadas com pelo menos 15 dias de antecedência As palestras dos Arquitetos ex- alunos de Niemeyer e professores da UnB. Palestras com jornalistas que vivem em Brasília desde a época da construção

ROTA DO CERRADO AO CONCRETO:


Testemunho de todas as etapas da mudança da Capital desde a colonização do Brasil até a inauguração de Brasília. O visitante é convidado a tomar posse da capital de seu país.


SUGESTÃO DE ROTEIRO:

Casa Velha do Gama - Catetinho – Ermida Dom Bosco – Instituto Histórico e Geográfico /IHGDF- Memorial JK – Vila Planalto



ROTA CRUZEIRO URBANÍSTICO:


Contemplação e entendimento da concepção urbanística de Brasília.


SUGESTÃO DE ROTEIRO:

Eixo Rodoviário Sul – Eixo Rodoviário Norte – Eixo Monumental Leste – Esplanada dos Ministérios – Praça dos Três Poderes


ROTA BRASÍLIA QUATRO ESCALAS:


Sentir, viver e experimentar o tecido urbano da cidade como se brasiliense fosse. Experienciar a dinâmica e a sinergia das quatro escalas de Brasília.


SUGESTÃO DE ROTEIRO:

Escala Residencial: Unidade de Vizinhança 308 Sul – SQS 107 Conj. São Miguel
Escala Bucólica: Parque da Cidade Lago Paranoá. Escala Monumental: Museu Nacioanal, Esplanada dos Ministérios, Catedral, Praça dos Três poderes.

Escala Gregária: Museu Nacional Rodoviária, teatro Nacional, Setor de Diversão Sul /Conic
ou Catedral- Museu Nacional – Teatro Nacional – Esplanada dos Ministérios – Praça dos Três Poderes – Rodoviária – Conic – Unidade de Vizinhança da 308 Sul – SQS 107/Conjunto São Miguel

ROTA ARQUITETURA E ARTES INTEGRADAS:


A partir da abordagem da linha de criação das obras de Oscar Niemayer e de outros ícones da arquitetura, conhecer as técnicas empregadas e descrever o conjunto de obras relevantes que compõem o sítio arquitetônico de Brasília.


ROTA TRAÇO MUNUMENTAL:


Apreciar o conjunto arquitetônico localizado no Eixo Monumental, ressaltando o caráter monumental da Esplanada dos Ministérios.


SUGESTÃO DE ROTEIRO:

Praça do Cruzeiro – Memorial JK – Palácio do Buriti – Centro de Convenções - Torre de TV – Complexo Cultural – Catedral - Praça dos Três Poderes – Supremo Tribunal Federal – Espaço Lucio Costa – Palácio do Planalto



ROTA BRASÍLIA ENTRE PALÁCIOS E MUSEUS:


Constituída especialmente para o visitante que aprecia explorar o acervo artístico dos palácios e museus.


SUGESTÃO DE ROTEIRO:

Espaço Lúcio Costa - Memorial do índio - QG do Exército/ Salão Guararapes /Museu de Armas - Panteão da Pátria - Memorial JK – Museu do Banco Central – Torre de TV- Museu de Gemas – Templo da Boa Vontade


Voltar
Open Informática e Internet
k